Site responsivo ou site mobile?

15 Março 2016 Escrito por Aplicativos 33
Qual a diferença entre site responsivo Qual a diferença entre site responsivo Esauce
Avalie este item
(0 votos)

É muito comum empresas solicitarem o desenvolvimento de um aplicativo para celular quando na verdade precisam de um site responsivo, ou vice versa. Apesar de terem a mesma finalidade, há uma diferença técnica significativa.

 

O que é um site responsivo?

É um site que tem o layout preparado para se adaptar ao formato de um tablet ou smartphone. Quando o visitante visualiza o site no computador, o formato se expande e aproveita toda a tela. No celular, as informações mudam de posição, mas preserva o tamanho das informações.

É comum os empresários acharem que, se seu site roda no celular, ele é responsivo. Todo site funciona no smartphone, porque se trata de um browser igual ao do computador. No entanto, quando ele não é responsivo, o visitante é obrigado a usar a famosa “mão de aranha”, abrindo e fechando para conseguir navegar e visualizar as informações.

A experiência do visitante é ruim e há uma tendência dele desistir de navegar no site. Dessa maneira, o objetivo final de gerar conversão (contato ou venda) dificilmente é atingido.

 

Como saber se um site é responsivo? 

Há duas formas de identificar um site responsivo: reduza o navegador na horizontal ou abra o site em um smartphone. O layout deve se adaptar automaticamente ao novo formato, sem a necessidade de rolar o site para o lado para visualizar todas as informações.

Exemplo do site responsivo, visualizado em navegador encolhido na horizontal:

site responsivo

Exemplo do site responsivo no smartphone:

site responsivo no smartphone

Site Responsivo X Site Mobile (web app)

Um site mobile, também chamado de web app, usa a mesma tecnologia de um site responsivo, mas tem um formato diferente do convencional. Normalmente, é mais utilizado para apresentar informações em formato de lista, para facilitar a navegação.

Ter um site para computador e um site mobile implica em dois layouts e dois desenvolvimentos distintos. Grandes empresas de e-commerce costumam ter um site convencional (“não responsivo”) e um site mobile, para garantir a melhor navegação possível. É o caso de e-commerces como Walmart, Americanas e Submarino.

Essa técnica permite ir ainda mais longe na usabilidade para dispositivos móveis. Em contrapartida, gera um custo duplicado.

Exemplo de site não responsivo. Para dispositivos móveis há um site mobile

Exemplo de site não responsivo

 Exemplo de um site mobile (web app)

Quando o servidor das Lojas Americanas reconhece que o dispositivo que está acessando é um smartphone, ele envia então para  a versão mobile. Se fosse um site responsivo seria a mesma versão desktop, só que com técnicas para que o  layout se ajuste no próprio browser.

site mobile (web app)

Site mobile (web app) x Aplicativo para Celular (app)

A diferença entre um web app e um app é grande. Tecnicamente, é 100% diferente.

Um aplicativo para celular é um software, que precisa ser instalado no smartphone e roda diretamente no sistema operacional. Já o site mobile roda em um browser, afinal, ele é um website com um formato diferenciado.

Um aplicativo mobile (app) pode atingir um desempenho muito melhor e tem capacidade para utilizar os recursos do dispositivo. A experiência do usuário é muito superior.

Grandes empresas costumam ter as duas soluções, pois há usuários resistentes a baixar um aplicativo. Nesse caso, o web app roda diretamente no navegador e não exige a instalação. Para o visitante faz sentido instalar (baixar) um app quando ele vai utilizá-lo com frequência. Quando é para usar uma única vez. Para consultar um produto esporadicamente, por exemplo, é mais cômodo usar o site mobile.

Por se tratar de um software, um app precisa lidar com as diferenças entre sistemas operacionais. É uma tecnologia mais recente e tem menos mão de obra disponível. Esse conjunto de fatores torna um projeto de aplicativo cerca de 3 vezes maior o valor, em relação à um webapp.

Se tratando de um negócio com volume de informações e pensando em um grande mercado, não há como fugir do APP.  A taxa de conversão (vendas), devido à usabilidade e performance, é maior. Além disso, para alguns projetos, que demandam alguns requisitos, somente um app terá condições de atender.

O que a sua empresa precisa: site ou aplicativo? Clique aqui e descubra. 

Exemplo de um aplicativo para celular (app)

aplicativo para celular

 

Qual deve ser o caminho do meu projeto? Site responsivo, site mobile (web app) ou aplicativo para celular (app)?

As informações desse artigo visam dar condições de ajudar nesta resposta. Cada projeto tem um orçamento e requisitos diferentes, por isso não há uma resposta direta.  

 

 

 

Fonte: Esauce

 

 

 

Entre para postar comentários

Quer ter um site otimizado investindo pouco?